sábado, 29 de setembro de 2012

Por antigos e novos trilhos do Bosque de Sintra

Regressar a Sintra é sempre um prazer… Por muito que por lá se caminhe, sabe sempre bem rever esta serra… E desta vez lá voltámos a calcorrear os seus carreirinhos, com os Novos Trilhos…

Começámos por ser 3 a estrear as botinhas… Daquelas baratuxas… E que ainda por cima se revelaram uma boa compra… Não nos deixaram escorregar e não fizeram bolhas nos pés!!

P1170605 P1170606

Com a corda dada às botas, lá nos fizemos ao caminho…

P1170607 P1170608 P1170609 P1170610 P1170611

Tockadescer, tockarolar, tockasubir… E no cimo da subida, apetece mesmo abrir os braços e sorrir!!

P1170612 P1170613

Palmilhamos os trilhos desta serra sempre bela e que hoje nos oferece as suas cores outonais… São os amarelos das Táguedas a contrastar com os lilazes das urzes torgas, envoltos nos verdes dos tojos que nos deslumbram à medida que caminhamos…

P1170615 P1170616 P1170617 P1170618 P1170619

Mais à frente deixamos os campos mais abertos, penetrando no denso bosque… Tão denso que a própria luz ao passar pelos ramos lhe confere uma certa aura misteriosa… Mística…

P1170623

A qualquer momento esperamos ver saltar os duendes e fadas aqui residentes… Mas em vez disso, só nos surgem caminheiros sorridentes!!

P1170624 

Continuamos a ascensão, rumo a uma Peninha envolta em bruma e nevoeiro…

P1170627 P1170628

E uma vez lá em cima, recebemos esse nevoeiro de braços abertos, vestimos o impermeável e cantamos vitória!!

P1170629 P1170630 P1170632

O ponto mais alto da serra foi conquistado… Descemos agora um pouco… Aproveitámos para juntar dois amigos HV e AA, ambos amigos das plantas que a partir daí passam a caminhada em amena conversa sobre os nomes e características das flores… Como estas beladonas, conhecidas popularmente por “meninas para a escola”, por surgirem na altura em que as aulas começam…

P1170633 P1170635

À medida que vamos descendo, o nevoeiro vai dissipando e podemos apreciar as vistas sobre o mar, com o Guincho lá ao fundo…

P1170636 P1170637

Contornando a serra, voltamos a assistir à transformação da paisagem, deixando as largas vistas pelo bosque…

P1170638 P1170640 P1170641 

O denso bosque, onde somos seres tão pequeninos… Somente de passagem neste local a que as árvores chamam lar…

P1170643 P1170645 P1170644 P1170647 P1170646

Deslumbro-me com as suas copas e com a nossa pequenez ao seu lado, à medida que vamos avançando, chegando à charca…

P1170649 P1170648 P1170650  P1170652

A meu lado AA vai-me explicando os vários tipos de carvalho… “Este é o carvalho negral – podes ver pela folha que é aveludada num dos lados, depois o carvalho cerquinho e este tipo arbusto é o carvalho lusitano.” Vou apreciando as suas cores e os seus bogalhos…

P1170655 P1170653 

E mais à frente deparo-me com outra conhecida… Um castanheiro em picos!! Que recorda que já estamos no Outono e as castanhas estão quase a surgir!!

P1170657 P1170656 

Deixando as árvores para trás, abrimos um carreirinho pelos densos fetos…

P1170658 P1170659

E rapidamente voltamos ao trilho e às árvores vestidas de trepadeiras…

P1170660 P1170662 P1170663

E como que por magia, eis que me deparo com um baloiço… Claro que tive de dar uma voltinha, mais que não fosse para comprovar que não era magia, mas bem real!! ;)

P1170664 

Continuamos pelo trilho passando o Tholos do Monge e chegando ao Memorial aos Soldados… Dois locais emblemáticos da Serra de Sintra.

P1170667 P1170669

Descemos depois pelo meio de um fantástico trilho de btt e que desemboca num estradão que nos leva à Barragem do Rio da Mula e às flores…

P1170670 P1170671  P1170674 P1170673

Ora descendo, ora subindo, o caminho vamos percorrendo até chegarmos à Pedra Amarela.

P1170675 P1170676 P1170677 P1170678 P1170680

E depois foi só descer até ao regresso à Malveira da Serra…

É sempre bom regressar à Serra de Sintra… Mas melhor ainda foi reencontrar amigos de outros trilhos que connosco palmilharam por novos caminhos.

2 comentários:

  1. Pode explicar-me como chegar a esse baloiço?

    ResponderEliminar
  2. Fica na estrada que passa perto da Peninha, perto das Pedras Irmãs.

    ResponderEliminar